Reunião com subsecretário da SUASE

29 Jan 15:44 2021 Por SINDPUBLICOS Imprimir

O diretor do SINDPÚBLICOS-MG, Hugo Barbosa de Paulo se reuniu na manhã de hoje (29/01/2020) com o subsecretário da Suase, Bernardo Pinto Coelho Naves.

O Subsecretário salientou que foi mantido no cargo pelo novo secretário da Sejusp e repassou o cronograma de início da Cogestão nas Unidades do interior, sendo: dia 03 de fevereiro, Uberaba, 04 de Fevereiro, Ipatinga, 08 de fevereiro, Unaí.

Relatou que, somente após o início da Cogestão nas Unidades do Interior, que o processo começará a acontecer na cidade de Belo Horizonte e que até o dia 03 de Março, a Cogestão já terá sido iniciada em todas as Unidades previstas.

Destacou que a SUASE deferiu mais 30 dias de prazo, desde que seja solicitado, para que os servidores sejam removidos.

O Sr. Bernardo Pinto frisou que as remoções dos servidores das Unidades de Belo Horizonte somente acontecerá após o início do processo de Cogestão e que 95% destes servidores permanecerão na região metropolitana, salvo os que pediram remoção para as Unidades Socioeducativas do interior e relatou que alguns agentes socioeducativos serão removidos para o Centro Socioeducativo de Divinópolis devido o déficit de servidores existentes naquela Unidade.

Na oportunidade, solicitamos ao subsecretário que fizesse a remoção dos servidores Assistentes e Analistas para as Unidades prisionais, possibilitando aos mesmos a permanência em suas Risps. O Sr. Bernardo se opôs e disse que as remoções somente acontecerão por permutas.

Sendo assim, tornamos a insistir na possibilidade da remoção de servidores para o sistema prisional. Após a insistência, o Sr. Bernardo então se posicionou que, quando todas as Unidades tiverem os seus quadros preenchidos, que será analisado a possibilidade de remoção, respeitando assim critérios bem definidos.

Solicitamos também que os servidores que desejassem fossem removidos para a cidade administrativa. O subsecretário respondeu que haverá esta possibilidade, porém, que haverá seleção, pois a demanda existente na CAMG é para cargos técnicos em diretorias.

O subsecretário nos informou da possibilidade de continuação pós pandemia da carga horária de 24 x 72 para os agentes socioeducativos. Sendo assim, o questionamos sobre a demanda dos servidores Analistas e Assistentes da carga horária 4 x1 e da necessidade de implantação de carga horária diferenciada para estes servidores.

O Sr. Bernardo nos respondeu que não se opõe e disse que é necessário que as Unidades Socioeducativas trabalhem com diversas possibilidades de cargas horárias em sua rotina. Foi solicitado ao sindicato que provocasse o secretário para que fosse feita a gestão do pleito junto à Seplag, inclusive citando a concordância do subsecretário da Suase acerca do tema.

Por fim, salientamos que, provocaremos o secretário da Sejusp, Sr. Rogério Greco via ofício, bem como, marcaremos reunião para tratar das diversas demandas do sistema prisional e socioeducativo, tais quais, as remoções dos servidores atingidos pelo regime  de cogestão, carga horária, polícia penal e outros.

 

Att.

Hugo Barbosa de Paulo

SINDPÚBLICOS-MG

Notícias relacionadas